Cristãos são atacados em Kanyakumari, Índia

 

 

 
Membro da Igreja do Sul da Índia, em Nadaikavu, o cristão Gnanamuthu e seu filho foram atacados em sua casa, durante uma reunião de oração. Não muito longe dali, Edwin Raj, no intuito de defender o comércio de seu pai dos mesmos ativistas que atacaram os cristãos, foi morto pela multidão enlouquecida

 

 

 

No dia 26 de agosto, às 19h, estava agendado um encontro de oração na casa do irmão Gnanamuthu, em Sasthancode, no distrito de Kanyakumari, Índia.  Quinze minutos antes do horário marcado, o pastor da igreja local, juntamente com outros 15 membros de sua congregação, se dirigiu até a residência. Os veículos foram estacionados na rua, em frente à casa. Às sete horas da noite, teve início a reunião.

Poucos minutos depois, ativistas enfurecidos, do grupo nacionalista hindu de extrema direita Rashtriya Swayamsevak Sangh (RSS), chegaram ao local e, de imediato, quebraram os vidros dos carros. Foi quando, Gnanamuthu  e seu filho, Johnson, saíram de casa na tentativa de impedir a violência da multidão contra os irmãos que ali se encontravam.

Ambos, pai e filho, foram terrivelmente agredidos. Um dos manifestantes quebrou um cabo de madeira na cabeça de Gnanamuthu. Ao serem encaminhados ao hospital local, o caso foi relatado à Delegacia de Polícia de Nithiravilai.

Enquanto isso, outros 15 militantes do RSS invadiram a cidade Nadaikavu e quebraram as vitrines da loja do Sr.Jeyaraj. Edwin Raj, de 29 anos, filho de Jeyaraj, saiu do comércio a fim de interromper o ataque, mas a multidão avançou brutalmente contra ele.  Edwin Raj não suportou e morreu a caminho da faculdade de medicina de Thiruvananthapuram.

A polícia registrou um boletim de ocorrência contra o Sr. Dharmaraj, presidente do BJP (Bharatiya Janata Party), Partido do Povo Indiano, e seis outros. Na Índia, os conflitos e tensões aumentam, apesar de afirmar-se que mais de mil policiais têm guardado a área para evitar confrontos religiosos. Ore pela segurança dos cristãos que vivem nessa região.

Os países da Ásia Central sofrem severa restrição para publicar livros religiosos. Por isso, nas livrarias da região não se encontra um único livro cristão. A Portas Abertas supre essa necessidade da Igreja na Ásia Central enviando-lhe livros sobre vida cristã e espiritualidade. Saiba aqui como participar!

 

Fonte: Persecution Update India / Portas Abertas http://www.portasabertas.org.br/noticias/2012/08/1685791/
Tradução: Ana Luíza Vastag

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s