Ataques simultâneos matam 15 membros em igrejas no Quênia

 

 

 

Quinze membros de igreja foram mortos e muitos feridos, em ataques a igrejas na cidade queniana de Garissa, perto da Somália, segundo relato da Cruz Vermelha do Quênia.

 

 

 

Segundo a polícia local, “Homens armados e utilizando granadas atacaram a duas igrejas do interior Africano”. O clima de hostilidade na região fronteiriça do Quênia tem sido de muita tensão e o grupo Al-Shabab e seus simpatizantes parecem ser os responsáveis por uma sequência de ataques com granadas e explosões de bombas, em todo o país – “embora nunca tenham admitido a realização de tal atentado em território queniano”, disse o correspondente da BBC Kevin Mwachiro, em Nairobi.

Ndolo da agência de notícias AFP afirma “abominamos estes atos de violência”. O Conselho Supremo do Quênia também condenou os ataques às igrejas, dizendo que “todos os lugares de culto devem ser respeitados”, segundo relatos da AFP.

A BBC declarou que os ataques aconteceram durante os sermões matinais nas igrejas. Cerca de 40 membros ficaram feridos, vários em estado grave. Homens armados dispararam tiros do lado de fora de uma das igrejas, e granadas foram jogadas dentro. Como a congregação entrou em pânico, muitos correram para escapar e ao fazer isto foram baleados do lado de fora.  Pelo menos 10 pessoas morreram na hora.

Simultaneamente, uma igreja católica sofreu o mesmo tipo de ataque: duas granadas foram atiradas dentro da igreja. Testemunhas disseram à AFP que os corpos estavam espalhados nas igrejas e que estas ficaram manchadas de sangue; dezenas de feridos foram levados às pressas para o hospital. “É uma cena terrível, ver os corpos estendidos, dentro das igrejas”, disse o chefe de polícia Leo Nyongesa. “Você pode imaginar o que significa isso para uma cidade tão pequena?” disse  Ndolo.

Garissa é a capital do Nordeste da província e encontra-se a 90 quilômetros da fronteira com a Somália. “É perto do campo de refugiados de Dadaab, onde homens armados sequestraram quatro trabalhadores e mataram um motorista nesta sexta-feira. Esses dois incidentes revelam a ineficácia das forças de segurança do Quênia”, disse o correspondente da BBC. “As tropas deveriam cuidar da segurança das fronteiras do Quênia, mas isso não parece estar acontecendo”, acrescenta.

Pedidos de oração
• Ore para que as autoridades quenianas consigam repelir as ações de Al-Shabab e seus simpatizantes e restabelecerem a segurança nas fronteiras do país.

•  Peça a Deus que dê sabedoria às lideranças cristãs, da região, para lidar com a situação de medo e revolta que toma conta da Igreja.

• Ore pelas famílias que perderam seus entes queridos, para que ao invés do ódio e sentimento de vingança, eles possam mostrar o perdão e amor de Deus a quem lhes feriu tão fortemente.

 

Fonte: Portas Abertas http://www.portasabertas.org.br/noticias/2012/07/1619609/

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s