Governo impõe toque de recolher, após surto de violência, em Mianmar

As autoridades de Mianmar se pronunciaram contra atos de “anarquismo” que ocorreram no dia quatro de junho, quando 10 muçulmanos foram espancados até à morte e dezenas pessoas ficaram feridas durante um protesto no Estado de Rakhine (Arakan), Noroeste de Mianmar

Em três de junho, cerca de 300 budistas pararam um ônibus que transportava os muçulmanos que vinham de um evento religioso. Os manifestantes arrastaram 10 passageiros para fora do veículo e os espancaram até à morte, depois, queimaram o ônibus em Taunggup, 300 quilômetros ao norte de Rangum.

O ataque foi supostamente um ato de vingança pelo estupro e assassinato de uma menina, no mês passado, por três jovens muçulmanos.

O governo de Mianmar impos um toque de recolher de 12 horas no dia oito de junho em cidades como, Maungdaw, Boli Bazaar, Buthitang e Sittwe, áreas próximas às fronteiras do país, com  Bangladesh. Os cidadãos estavam proibidos de sair de suas casas a partir de seis horas da tarde até às seis da manhã do dia seguinte.

“Desde ontem (10 de junho), as linhas de comunicação foram cortadase a Internet sem acesso”, disse uma fonte local.

“A casa de um missionário foi queimada”, disse outra fonte local. “Os cristão que vivem nessas áreas podem estar sofrendo muito. Com certeza, os de origem muçulmana não podem se unir para cultuar a Deus. Não podemos nos comunicar com eles neste momento”.

Na remota cidade de  Rakhine, a relação entre os budistas e muçulmanos é muito tensa em virtude das exacerbadas diferenças religiosas. A maioria dos habitantes da cidade são budistas, mas tambem há um grande número de muçulmanos na região, particularmente no norte do Estado.

Os conflitos sectários entre os dois grupos religiosos existem desde 1948, quando Arakan (atual Rakhine) tornou-se oficialmente parte do território de Mianmar.

“Lembre-se de nós em suas orações”, implorou um cristão local. “Orem para que não desistamos da fé e não sejamos envolvidos nesse conflito”.

Pedidos de oração

• Peça a Deus que os cristãos, pastores e missionários de Arakan sejam canais da paz de Deus e de reconciliação em meio à crescente tensão sectária.

• Ore para que a presença do Senhor fortaleça os cristãos que estão no meio desse fogo cruzado.

• Ore para que Deus dê sabedoria ao Governo de Mianmar, para restabelecer  a paz e a ordem no Estado de Arakan.

• Ore tambem pela paz entre budistas e muçulmanos e para que eles conheçam o imcomparável amor de Jesus Cristo.

Fonte: Portas Abertas http://www.portasabertas.org.br/noticias/2012/06/1597675/

Tradução: Marcelo Peixoto

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s