Reunião cristã é atacada na Nigéria

 

 

 

Nos últimos anos houve um significativo aumento da violência sectária no país, principalmente na região norte de maioria muçulmana

 

 

 

O ataque aconteceu na manhã de ontem (29) na cidade de Kano, norte da Nigéria durante uma reunião cristã na universidade de Bayero.

Seis homens armados teriam invadido a universidade e disparado contra as dezenas de pessoas ali reunidas. Além das armas de fogo, os homens também utilizaram bombas no ataque.

Estima-se que aproximadamente 20 pessoas tenham ficado feridas ou perdido suas vidas no ataque. Até o momento nenhum grupo assumiu a autoria do atentado, mas a suspeita novamente está sobre o grupo radical islâmico Boko Haram, principal interessado no extermínio de cristãos na região. Estima-se que desde 2009 o Boko Haram tenha matado 1.200 pessoas, a maioria em ataques no norte da Nigéria.

O grupo quer a todo custo implementar a lei islâmica (Sharia) e transformar a Nigéria em um país islâmico, seu principal alvo nos últimos meses são as reuniões e cultos cristãos.

Pedidos de oração

• Ore por paz no norte do país, região majoritariamente muçulmana e onde os grupos radicais atuam com maior intensidade.

• Ore por proteção e segurança dos cristãos que vivem na região norte do país.

• Peça a Deus que, em meio a tanto ódio, o amor de Cristo seja manifestado através do bom testemunho dos cristãos.

 

Fonte: Uol / Portas Abertas  http://www.portasabertas.org.br/noticias/2012/04/1522255/

Casamento x Ajuntamento – União ou destruição?

O Senhor Deus disse: “Não é bom que o homem esteja só; vou dar-lhe uma ajuda que lhe seja adequada.”(Gn 2:18)

A palavra de do Senhor diz que quando Deus criou a humanidade, “tudo era bom”. Mas chegou a uma certa altura vendo o Senhor que o homem por si se achava perdido nas Suas ordenanças,o Senhor disse: Não é bom que o homem viva só. (Gn 2)

Realmente creio que a solidão não é para o ser humano algo bom, nem aos olhos da pessoa mais egoísta do mundo. Mas para satanás esta solidão é boa. É por isso que o inimigo tem se aproveitado da solidão e brechas que damos para destruir a família. Foi assim no Éden e hoje isso não é diferente.

Jesus disse que uma “casa dividida, não subsiste” (Mc 3:25).

Uma pergunta: O que poderia dividir uma casa ?

Quando não existe fundamento na casa ela realmente cai. Quando nossa vida não é fundamentada em Cristo, ela facilmente cai. Não basta apenas se “escorar” em Cristo, mas estar fundamentada na Rocha que é Cristo (Mt 7:24-27). Quando não estamos “fundamentados” em Cristo somos “reféns” nas mãos do inimigo, porém quando somos firmados em Cristo, passamos a ser “ameaça”.

O Senhor mostra nessa passagem das duas casas, que ambas foram construídas, mas somente aquela firmada na Rocha foi a que “resistiu” as fortes chuvas e ventos contrários. Aquele que é sensato constroe sua casa na rocha. Mas não basta apenas construir na Rocha, mas cuidar para que “essa casa” se mantenha firme na Rocha. Edificar é mais que construir é manter-se firme até o fim.
Muitos casamentos tem sido destruídos por “rachaduras na estuturas”. Essas rachaduras são imperceptíveis, mas quando “provadas pelo vento”, algum dia elas poderão cair.
Rachaduras de ódio que não são tapadas com o perdão, rachaduras de “egoísmo que não tapadas com comunhão são algumas entre várias rachaduras que fezem com que o casa caia. O homem e mulher sensatas colocam a viga da “fidelidade de Deus” em suas casas. Fidelidade com Deus e para si. Aqueles que são sensatos não pensam em colocar uma viga que não sustente a carga de ambos, só os insensatos.

Sabe porque os insensatos colocam qualquer coisa em sua casa?
Pois eles querem apenas uma “experiência” de casa, mas não uma casa firmada.

É por isso que sua casas desabam. Os insensatos já constroem não esperando algo firme. Tenho visto muitos casais dizendo: “Se der certo dessa vez, eu caso” ! Outros dizem:
Eu vou me “ajuntar”, casar para que?

É por isso que o casamento tem sido substituído pelos ajuntamento.

É realmente muito fácil levar assim , pois não exige compromisso sério. É muito mais fácil escorar uma casa do que edifica-la.
Esses são os insensatos que acham que “suas estruturas” vão fazer a diferença na casa. De nada adianta uma bela casa construída sobre fundamentos experimentais (que são como areia),pois se elas com o tempo ruirão.
Isso me faz lembrar do edífiico Palace II, construido num dos bairros mais luxuosos do Rio de Janeiro, a Barra da tijuca, que desabou em feveireiro de 98. Especialistas disseram que o desabamento ocorreu por dois motivos principais:

1)Material de péssima qualidade (como areia). Como já havia dito, constuir uma casa na areia é risco. De nada adianta construir um castelo na areia, que logo se vai com as primeira águas.
Não faz muito vimos um famoso jogador que se uniu a uma modelo famosa gastarem uma exorbitância em um casamento. O cortejo saiu com carros de luxo, convidados famosos e etc. Tanto os noivos e os convidados estavam vestidos de grifes famosas e tudo era um luxo. O próprio casamento foi num “castelo”, mas este castelo desabeou em 3 meses, isso porque tudo foi construído na areia.
O casamento foi um luxo, mas não havia um convidado especial, Jesus. Quando não há Jesus vemos a diferença entre “união” e “casamento”. União é experimento, casamento é definitivo. União possui 2 dobras frágeis, casamento possui 3 dobras que não se rompem facilmente(Ec 4:9-12). Casamento é mais que união, pois a dobra mais grossa desse relacionamento, desse cordão que fica no centro, é Cristo. E quem quiser separar vai ver no centro de tudo,Cristo.
O que você tem colocado como material para sua vida conjugal ?
Materiais sólidos e príncipios de Deus como santidade, amor, confiança,fidelidade,cumplicidade ou tem
experimentado usar materiais de qualidade duvidosa como, paixão cega, lascícia, ciúme, infidelidade e egoísmo.
Não coloque material de péssima qualidade em seu relacionamento, pois é preferível que essa casa seja refeita, do que construir essa casa sobre esses fundamentos.

2) Erro de cálculo nas vigas de sustentação: O “pallace” caiu porque teve erro nos cálculos. Uma pergunta: Você tem calculado o custo dessa casa? Você tem sabido o “preço dos materiais” ?
Será que você tem planejado construir essa casa ou tem feito de qualquer jeito? Muitas vezes os materiais que você tem colocado nesse relacionamento tem saído caro para você, pela falta de planejamento. Muitos tem se precipitado em construirem suas casas (relacionamentos). Não esperam em Deus e por motivos de “domínio próprio” e “lascívia” , acabam ruindo. Casamento não é quebra galho para lascívia. Casamento e família é mais que suprir uma necessidade de alguém, de solidão. É trazer algo bom para o homem, por isso que disse não é bom que o homem esteja só, farei uma auxiliadora ou adjuntora. Aquela que ajudará o homem a crescer. Esse é o principal objetivo.

Uma vez Jesus disse: Pois qual de vós, querendo edificar uma torre, não se senta primeiro a calcular as despesas, para ver se tem com que a acabar? Para não acontecer que, depois de haver posto os alicerces, e não a podendo acabar, todos os que a virem comecem a zombar dele, dizendo: Este homem começou a edificar e não pode acabar. (Lc 14:28-30)

Muitos casais não calculam , outros se precipitam e começam a calcular o custo, somente quando o relacionamento envolve uma terceira pessoa (gravidez). Isso porque a insensatez os fez guiar para esse tipo de construção…. Portanto não deixe de calcular o que envolve a construção de uma família e o que significa casamento.

Amados, firme seus relacionamentos em Deus.

Casamento e família são projetos de Deus que não pode ser feito de qualquer jeito. Casamento é maior estrutura de Deus contra o inimigo. Só que a diferença entre casamento sem Deus e o com Deus é que no que Deus aprova, existe uma estrutura indestrutível, um cordão de 3 dobras. como já havia dito.

Como diz Salomão: Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho.
Pois se caírem, um levantará o seu companheiro; mas ai do que estiver só, pois, caindo, não haverá outro que o levante. Também, se dois dormirem juntos, eles se aquentarão; mas um só como se aquentará? E, se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; e o cordão de três dobras não se quebra tão depressa.(Eclesiastes 4:9-12)

Esse cordão une você, seu conjuge e Deus. Quando existe isso “realmente” não existirá vento contrário, nem ondas gigantes que derrubarão essa casa,nem diabo algum.

Quem quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão. Uma aliança e uma casa feita com 3 dobras ela não se quebra. Uma casa fundamentada na rocha, ela se torna firme.

Portanto amados, estruture sua casa na Rocha e firme sua aliança em Deus, onde ninguém poderá subsisitir e prevalever contra ela.
Não escore sua vida em Cristo, mas firme-se Nele e verás quão maravilhoso é viver a vida a dois.

 

Texto: Anderson Cassio

Fonte: http://estudos.gospelmais.com.br

 

 

Clérigos muçulmanos exigem que as igrejas sejam destruidas em Zanzibar

 

 

 

Os Clérigos muçulmanos de Zanzibar* tem reclamando nos últimos meses que suas comunidades precisam se ver livres das igrejas. De janeiro para cá as tensões aumentaram

 

 

 

Numa atitude deliberada, os líderes islâmicos do país tem incitado todos os muçulmanos a ficarem atentos ao crecimento Igreja local de modo que possa impedi-lo, há boatos de que tem circulado uma lista de igrejas pentecostais que devem ser eliminadas.

De acordo com uma fonte confiável da região, há rumores de que, a Igreja Pentecostal de Kariokor é o próximo alvo da lista. Os principais alvos são as igrejas pentecostais sob a alegação de que elas tem “perturbado a paz” por pregarem e cultuarem em alta voz.

Em 31 de março, a Comissão Distrital (DC) da região levou uma carta de advertencia à Igreja de Deus em Mbweni, para que a igreja não mais cultue a Deus em seu templo. O documento alegava que o templo era na verdade uma casa, portanto, terminantemente proibido de ser usada para culto.

Outro incidente foi relatado por uma testemunha à Portas Abertas, cujo nome não pode ser revelado por questões de segurança. “Na mesma noite, por volta das 2:00 da manhã, cerca de 20 jovens foram à Igreja de Deus em Kianga , perto da Cidade de Zanzibar (capital do país) e demoliram o prédio da Igreja. Após identificarem duas casas de famílias cristãs, eles alertarams para que ninguem  saissem  das casas para impedir a demolição da ireja”. Concluiram os membros da Igreja, assustados.

Após a carta de advertência, a Igreja de Mbweni cancelou suas atividades do domingo seguinte.

Entretanto, os cristãos escreveram uma carta de reclamação que foi enviada para a Comissão Distrital, para outras autoridades da região, e para o Gabinete Presidencial. A carta, explicava às autoridades que o edifício em questão era de fato uma Igreja, e não uma residência, como afirmava no documento dA (DC).

De acordo com a fonte da Portas Abertas, a Igreja continuou utilizando o edifício para cultos nos domingos seguintes. Mas enquanto cultuavam a Deus no último domingo, 15 de abril, funcionários do governo, retornaram  a Igreja outra vez e perguntaram por que eles continuavam  com os cultos memso com a proibição.

Os líderes da Igreja explicaram que haviam escrito uma carta para o (DC) esclarecendo a situação, informando que a casa em questão é na verdade uma Igreja, e não uma residencia, que portanto eles deviam ser autorizados a continuar com os cultos. Os funcionários do governos não foram convencidos e deixaram claro que eles terião que enfrentar as consequências se continuaram cultuando lá.

Líderes de várias denominações de Zanzibar convocaram uma entrevista coletiva em 03 de abril de 2012 para se queixar do assédio que tem sofrido e para pedir proteção do governo. Exceto por duas radios, Bomba FM e TBC 1, nenhuma outra divulgou qualquer noticia ou informação relativa à coletiva de imprensa.

Quando, posteriormente questionado sobre se havia conflitos entre cristãos e muçulmanos em Zanzibar o porta-voz da polícia local negou. O oficial lamentou a demolição da igreja em Kianga sendo realizados naquele edificio Casa Igreja ações que ser demolido, mas afirmou que os cristãos não tinham permissão para cultuar em construções residenciais e ratificou que as ações ali são ilegais.

Menos de 1% da população de Zanzibar é cristão. Estima-se que existam hoje 60 igrejas protestantes em todo o país, de acordo com a organização Operation World.

*Zanzibar é o nome dado ao conjunto de duas ilhas do Arquipélago de Zanzibar, ao largo da costa da Tanzânia, na margem leste-africana, onde formam um estado semi-autônomo.

 

Fonte: Portas Abertas http://www.portasabertas.org.br/noticias/2012/04/1520346/

Tradução: Marcelo Peixoto

Viver no governo do ESPÍRITO

Texto: “Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne. Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis. Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei…E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências. Se vivemos em Espírito, andemos também em Espírito.” (Gl 5:16-18,24,25)

Verdade Central: Deus quer tirá-lo do nível natural e colocá-lo no sobrenatural. Este é o tempo da grande colheita do Senhor, tempo de colher todas as sementes proféticas. Você é o trabalhador da última hora, o mensageiro da última hora. Somos homens e mulheres chamados para mudar a história de uma Nação.

Introdução: Sabemos que há duas dimensões para o homem: carne ou espírito, natural ou sobrenatural. Como Igreja, precisamos viver no governo do Espírito, não podemos viver no governo da carne, pois isso não agrada a Deus que enviou Seu filho para morrer por nós e nos salvar. Precisamos entrar no sobrenatural de Deus, experimentar milagres, prodígios e maravilhas em nossa vida, família, células, trabalho…

 

Viver no Espírito

 

O espírito do homem é a lâmpada do Senhor que esquadrinha o mais íntimo da sua vida. Então, o espírito que está no homem é a lâmpada do Deus Todo Poderoso (Pv 20:27). Você tem o Espírito Santo. Você é templo do Espírito Santo. O Espírito Santo vive em você. Essas verdades não podem ser esquecidas.

Você foi chamado para viver no governo do Espírito, chamado para viver no Espírito e não satisfazer o que a carne deseja. Há pessoas que são nascidas do Espírito, mas não são libertas na alma. Elas têm uma dependência na alma e não conseguem entrar no gozo do Senhor.

A regeneração da alma logra êxito para o ser humano. A obra do Espírito é pronta, mas o que encaminha o indivíduo a lograr êxito é a libertação da alma. A libertação da alma é a libertação dos conceitos externos, de todas as flechadas que o inimigo lança para poder amarrar as vidas, de colocar as pessoas debaixo de jugos, de nunca permitir que avancem.

As pessoas vivem conceituadas, debaixo de estereótipos, elas não acreditam que os vizinhos gostam delas, que os chefes gostam delas; não acreditam que a Igreja, as células, os 12 e o contexto em que vivem possam facilitar um bom relacionamento porque possuem limitações na alma. Vivem buscando auto-afirmação, querem provar para elas mesmas que são alguma coisa quando lá dentro já tem a resposta de que não são aquilo que afirmam ser, dentro delas não ressoa a voz de uma verdade.

A Bíblia diz que para o que entra em uma guerra só há duas condições: vencer ou ser vencido; o vencido se torna escravo do vencedor. Se você estiver passando por uma guerra, tome a postura de já entrar ganhando. Você não será colecionador de derrotas. Você nasceu para ser um vencedor! Aquele que é derrotado se torna escravo do que vence. A situação deve ser sua escrava e não você escravo da situação. Porém, quem decide isso é você, de acordo com suas atitudes e posturas.

São nas pequenas coisas que começamos a detectar a quem servimos. Uma alma que não é liberta é, em potencial, escrava de todas as guerras. Uma alma que não é liberta é escrava de todas as guerras que entra porque já entra perdendo. Não há como estabelecer uma vitória porque já se torna derrotado na hora que entra no campo de batalha.

 

Libertos no espírito, mas não na alma

 

Muitos homens e mulheres de Deus são nascidos no Espírito, mas não são libertos na alma, são devedores de situações, o diabo ainda os subjuga. Quantos têm medo de ministrar libertação e cura, de se posicionar verdadeiramente em Cristo, têm medo de tantas situações… Isso mostra que Satanás ainda tem direitos legais sobre essas vidas para subjugá-las e não permitir que fluam dentro da proposta de conquista para qual foram chamadas.

Quando você nasce no espírito, esse espírito ganha a medida de varão perfeito, você passa a entender Hebreus 4:12: “Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.”

Há uma divisão para as coisas que são da alma e outra para as coisas que são do espírito. E, para isso, é preciso haver a interferência da espada de dois gumes, haver divisão entre o que compõe a alma e o que compõe o espírito. Por que isso? Porque quem age no mundo espiritual não pode fazê-lo na vertente da alma. Uma pessoa que entra no mundo da alma, para as razões da lógica comum, na esfera natural, não pode confundir com obra do espírito. A conquista da alma tem glória humana, a conquista do espírito tem glória divina.

Deus quer abrir nosso entendimento espiritual. Ele quer que, como Igreja, não estejamos limitados apenas as conquistas da alma, mas que entremos nas conquistas do espírito. As conquistas da alma são temporárias, as conquistas do espírito são eternas. Precisamos deixar legados para os nossos filhos e netos de uma conquista extremamente espiritual.

 

Alma restaurada

 

No mesmo nível em que somos nascidos de novo precisamos ser libertos na alma. A Bíblia chama a libertação da alma de restauração, é ter uma alma restaurada. E o que é uma alma restaurada? É uma alma feliz e resolvida. É melhor ser um leigo com as emoções resolvidas do que um intelectual com pendências na alma, escondendo-se atrás dos muros, das potencialidades intelectuais que já foram conquistadas porque ainda está enfermo ou doente. Isso é um perigo porque na hora de qualquer guerra pode colocar tudo a perder.

Deus quer fazer de você um líder resolvido, plenamente sarado na alma. Você precisa saber quem governa a sua essência. Onde estão as razões da sua história? Alguns respondem na alma, outros no espírito, depende do nível que cada um está. Porém, Deus levantará uma geração que não andará mais no governo da alma, mas no governo do espírito.

O que acontece quando a alma é restaurada? Saímos da imaturidade e entramos na fase adulta, na maturidade. Líderes maduros suportam líderes imaturos e cumprem o que a Palavra diz: “Mas nós, que somos fortes, devemos suportar as fraquezas dos fracos, e não agradar a nós mesmos.” (Rm 15:1). É assim que o líder maduro procede.

A alma, na sua lógica, estimula o corpo a responder na proporção do quanto está alimentada ou do quanto ainda não foi restaurada. Porém, o espírito estimula o corpo a ser subjugado ao Fruto do Espírito para que não haja nenhum outro governo sobre nós. É preciso sair do governo da carne, do governo da alma e viver no governo do Espírito de Deus que vai gestar em nós o convencimento do pecado, da justiça e do juízo (Jo 16:8)

O convencimento do Espírito testifica em nosso espírito quem nós somos, de acordo com Romanos 8:4,5. Aquele que obedece ao comando do Espírito vive pelo Espírito e não satisfaz a carne. Quando tudo favorece para que o corpo entre em uma situação da alma, existe a liberdade de dizer não. Ainda que haja a vontade, o governo do Espírito subjuga a vontade da carne.

Quando o Espírito entra a Sua função é dominar a alma. É o Senhor quem rege o Universo. Ele é a fonte da sabedoria e a própria manifestação de Isaías 11. São os sete Espíritos de Deus entrando em operação na sua vida e o sobrenatural marcando a sua história e essência. Você será levantado como um líder 100% resolvido na alma, ágil no espírito para conquistar as benesses do Trono.

 

Andar no Espírito

 

A ordem de Deus é para andar no Espírito e não satisfazer os desejos da carne. Há uma palavra profética: Enchei-vos do Espírito Santo. Há situações cíclicas que vão e voltam e que parecem não poder ser vencidas na alma, mas em Deus tudo é possível, é possível vencer quando há uma resolução do espírito.

Quem anda no Espírito não satisfaz as vontades da carne. Deus lhe chamou para andar no Espírito, ser um líder espiritual, então não seja menos do que Ele tem para você. O Senhor está-lhe tirando do nível natural, está descortinando os céus diante de você para que haja em sua vida a compreensão de que o céu é mais forte do que o inferno.

Toda a guerra na alma gera fadiga, mas a guerra no espírito dá gozo porque o espírito entende as coisas do Espírito, porém, alguns querem vencer as coisas espirituais na alma. Não se vence o mundo espiritual na inteligência natural, tem que entrar no sobrenatural de Deus. A ordem de Deus para esses dias é vivei no Espírito.

 

Orar no Espírito

 

A edificação está na oração, no orar em línguas. É uma questão de posição. Quem ora no espírito 24h por dia na sua vida entra no mudo espiritual desbaratando o inferno, destronando principados e demônios, entrando no lugar onde Deus chama de meu lugar secreto e desejável, acorda o dom espiritual que está dentro de nós e se levanta uma geração de vencedores que não oram por estímulo, mas subjugam a carne e a alma.

A alma é tão terrível que no culto precisamos que o pastor ou o que lidera diga: Vamos orar aqui em línguas. E não é isso que Deus está mostrando na palavra porque muitos aqui não estão edificados na fé santíssima que está no livro de Judas versículo 20. “Edificai-vos na vossa fé santíssima orando no espírito”.

Hoje Deus devolverá o seu dom para que você seja edificado no espírito. Tudo que estava roubando a essência do avivamento cairá por terra, pelo poder do nome de Jesus. Você andará em constante oração como deve ser segundo I Tessalonicenses 5:23 “Orai sem cessar”.

Você deve orar no espírito em todo o tempo, principalmente quando surgem problemas. É na hora em que as coisas apertam que provamos quem somos: governo da alma ou governo do espírito. A maioria quer resolver tudo na alma, mas Deus está-nos ensinando que devemos decidir viver no espírito para que a nossa vitória seja eterna.

A Igreja de Jesus tem um legado e a obrigatoriedade de ministrar a vida no espírito. Deus está descortinando o manto profético, pois nasceu uma geração que se levanta para destronar tudo quanto o mundo traz como engano. É um despertamento espiritual, porque muitos haviam perdido a alegria no Evangelho, de trabalhar para Deus e de funcionar no Reino, estavam misturados. Agora, a Igreja se levanta no mover do Espírito com ousadia para confrontar e destronar principados e potestades.

Sabemos que na Igreja existem três classes de pessoas: as que ainda não falam em línguas, mas que em breve falarão; as que adormeceram o dom e não tem mais prazer em fluir em línguas; e as que continuam orando em línguas e buscam o dom de variedades.

E a ordem de Deus para nós hoje é o que está escrito em I Tessalonicense 5:19 “Não extingais o Espírito.”. Não devemos apagar o Espírito que há em nós, mas deixá-lO fluir em nossas vidas.

O governo do espírito em nós traz conquistas eternas e divinas. O governo da alma traz conquistas temporárias e humanas. Quem ora em línguas edifica-se a si mesmo. É tempo de retomarmos o governo do espírito sobre a nossa vida, entrar no mundo espiritual e promover edificação pessoal. À medida que você ora em línguas você constrói uma alma restaurada no Senhor.

Este será o melhor tempo da sua vida. Começará um êxito como você nunca viu. E isso em decorrência de termos saído do governo da alma, do tempo da crise de discípulos motivados apenas por elogios. Estamos no governo do espírito.

O Espírito Santo, que tem a fôrma na mão, vai curar o povo 100%. Faremos aquilo que está na nossa competência, mas a obra do Espírito é do Espírito e ninguém vai superar aquilo que só Deus sabe fazer, pois só Ele pode fazer. Deus tem um projeto para a sua vida e chegou a hora deste projeto ser realizado.

O governo do espírito chegou para subjugar o governo da carne e da alma. O espírito do homem é luz de Deus no homem para esquadrinhar toda a sua vida e iluminar todo o seu corpo. Não somos escravos dos que venceram sobre nós porque o Vencedor Invicto, Yeshua Ha Mashia, fez-nos co-herdeiros com Ele. Ele venceu e nós vencemos com Ele.

Fonte: mir http://www.mibac.com.br/estudos-m12/viver-no-governo-do-espirito-parte-1 / http://www.mir12.com.br/br/index2.php?pg=ZXN0dWRvc19kZXRhbGhlcw==&categoria=Estudos%20para%20os%2012&id=124

Cristão iraniano é libertado após seis meses de prisão

 

 

 

Nos alegramos com a boa notícia da libertação, que aconteceu de forma inesperada, do nosso irmão em Cristo Fariborz Azarm. Os oficiais de Justiça também prometeram libertar outro cristão, Ehsan Behrooz, dentro de um mês

 

 

 

Fontes cristãs relataram à FCNN (agência de notícias iranianas) que Fariborz Azarm que estava na prisão em Rabat Karim, 36 km ao sul de Teerã, há mais de seis meses foi libertado no dia 11 de abril e já está em casa com sua família.

Fariborz Azarm foi preso por agentes à paisana do Ministério Islâmico de Segurança Nacional nas primeiras horas do dia em 17 de outubro de 2011. Ele foi levado para um local desconhecido e foi proibido de receber a visita de seus pais durante o tempo em que esteve na prisão. Sua família não recebia informações sobre as suas condições na prisão. A família ficou com medo de se pronunciar sobre o caso, temendo que ele pudesse ser assassinado.

Com 44 anos de idade, Fariborz é casado e tem dois filhos pequenos. Ele foi preso e mantido sob custódia injustamente. Além de Azarm, fontes disseram que na cidade, extremamente islâmica de Mashhad, a 90 quilômetros de Teerã, um tribunal islâmico prometeu que iria libertar outro cristão Ehsan Behrooz dentro de um mês.

Outro Caso

Ehsan, outro novo convertido ao cristianismo, também foi preso por causa de sua decisão de seguir a Cristo. Ele foi detido em 8 de julho de 2010, enquanto estava na companhia de um grupo de cristãos na cidade de Bojnord.

Ele estudava administração na Universidade de Mashhad e estava com um grupo de cristãos que foram detidos em uma operação secreta organizada pelo Ministério de Segurança do Estado iraniano.

O grupo preso foi então levado para a prisão Vakilabad Mashhad do Boulevard. Depois de uma semana, 8 dos presos foram libertos, mas o Sr. Ehsan Behrooz e um jovem casal continuaram presos.

Mantido sob rigorosa vigilância, a saúde física e psicológica de Ehsan ficaram muito debilitadas, mas apesar de tudo o que passou ele se recusou a deixar o país.

Cinco meses após sua prisão, nenhuma prova contra ele foi encontrada ou apresentada. A familia de Ehsan foi obrigada a guardar o sofrimento dele na prisão sob total sigilo devido às ameaças que receberam das autoridas para falar ou denunciar  prisão.

Ao mesmo tempo que nos alegramos com os cristãos iraniano pela libertação de Ehsan, devemos expressar nossa preocupação e interesse sobre outros irmãos que continuam presos na República Islâmica do Irã.

Pedidos de oração

• Louve ao Senhor porque justiça foi feita no caso de Fariborz Azarm e agora ele poderá gozar sua liberdade.

• Ore para que outros cristãos presos injustamente no Irã por amor a Cristo sejam libertos da prisão.

• Ore por mais liberdade religiosa no Irã e que mais iranianos se entreguem a Cristo.

• Peça a Deus que as prisões não impeçam os cristãos de buscar a Deus e proclamar sua palavra no Irã.

 

Fonte: Farsi Christian News Network / Portas Abertas http://www.portasabertas.org.br/noticias/2012/04/1517529/

Tradução: Lucas Gregório