Quase 200 mil pessoas assinaram petição pela libertação do pastor Yousef

 

 

 

Em apenas duas semanas de campanha, mais de 189 mil pessoas assinaram o abaixo-assinado que o Centro Americano de Lei e Justiça (ACLJ) iniciou para que o pastor iraniano sentenciado a morte, Yousef Nadarkhani, fosse libertado.

 

 

 

A petição pede que o Irã liberte o pastor Yousef Nadarkhani e também os membros do Congresso americano. Na semana passada, o senador Vittler introduziu no senado uma resolução semelhando no Senado americano.

As últimas informações que temos sobre o caso do pastor Yousef são de que ele continua vivo, desmentindo os boatos de que ele possivelmente teria sido morto no último final de semana no Irã.

No Brasil, o senador Magno Malta (PR-ES) pediu que os senadores organizassem um audiência pública para se discutir o caso do pastor Yousef. A audiência está prevista para o dia 20/03 com a presença do embaixador do Irã na reunião.

A ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffman, afirmou que o governo brasileiro entrou em contato com o Irã para saber quais são os motivos que levaram o governo do país árabe a condenar o pastor evangélico a pena de morte. Gleisi Hoffman ainda afirmou que o ministro das relações exteriores, Antonio Patriota, está elaborando um relatório sobre o caso.

Continue colocando a vida do pastor Yousef Nadarkhani em suas orações. Peça que Deus continue protegendo e colocando coragem em seu coração para não negar a Jesus mesmo em meio à pressão.

Fonte: ACLJ / Portas Abertas

http://www.portasabertas.org.br/noticias/2012/03/1437836/

Tradução: Lucas Gregório

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s