Você está vivendo em paz?

Pediram para dois artistas que pintassem um quadro retratando a beleza e os atrativos da paz.

Um deles pintou um lindo lago, em uma tarde ensolarada, com suas águas plácidas e serenas, tendo como fundo colinas aprazíveis cobertas de árvores com suas sombras refletindo sobre a espelhante superfície do lago.

O segundo artista pintou um cenário turbulento, com as águas de uma cascata se precipitando espumantes sobre o abismo. As árvores, com os seus galhos enormes, estavam com os galhos sacudidos pela fúria dos ventos. Nuvens escuras cobriam o céu. Mas, contrastando com o tempestuoso ambiente, o artista pintou na extremidade de um dos ramos de uma árvore um pássaro descansando calmo e sereno em seu ninho. Que bela reprodução da paz!

Esse segundo artista resumiu naquele cenário o sentimento de paz que podemos desfrutar mesmo em meio à tormenta que nos circunda. Deus não nos prometeu uma existência sem problemas.  Jesus avisou: “No mundo tereis aflições” (João 16:33). Mas Ele também nos prometeu a paz. A paz verdadeira, em um mundo sacudido pela turbulência do mal.

Na véspera do grande drama da paixão, Jesus abriu o coração perante o Seu pequeno rebanho como nunca antes o fizera. Sendo aquela a última vez que lhes falava como um grupo especial, lhes dirigiu um emotivo e comovente discurso. Embora tendo a alma envolta pela aflição, falou palavras de consolo e esperança.

Os discípulos estavam assustados, perplexos. Mas Jesus, lançando o Seu compassivo olhar sobre eles, disse: “Não fique triste o vosso coração” João 14:1. Com palavras repassadas de ternura, declarou: “Deixo-vos a paz, a Minha paz vos dou”. Que presente precioso!

Dentro de mais algumas horas haveria de entregar a vida pelo pecador. O corpo seria sepultado no sepulcro de José de Arimatéia. A roupa dEle ficaria com os soldados. Porém, com os discípulos, deixou aquilo que era infinitamente mais precioso – a Paz.

Amigo leitor, Jesus não deixou como herança aos discípulos a riqueza, a fama ou o prestígio. Deu, porém, a paz interior, que só experimentam aqueles que sabem que seus pecados foram perdoados.

É a paz dos fiéis, sejam ricos ou pobres, sábios ou ignorantes.

Você, por acaso, está vivendo sem paz? Peça para Jesus. Ele vai ter o maior prazer e alegria em oferece a paz – de graça – pra você.

Fonte: Amilton Menezes

Esta entrada foi postada em Artigos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s